sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Você lê o rótulo dos alimentos? Você sabe interpretá-los?

 Oi pessoa hoje estreio aqui no blog do encontro lightchê, um dos maiores encontros da blogosfera light e é com muito orgulho que eu Priscila Mesquita estarei aqui postando todas as sextas-feira. Mas vamos ao assunto que interessa não é!? 

 Quem ai nunca se pegou lendo uma tabela nutricional dos alimentos e não soube interpretá-la!? eu confesso que eu antes de iniciar a R.A nem prestava atenção nelas, mas elas são muito importante para sabermos o quanto aquele alimento é saudável ou não. Então resolvi falar desse assunto no meu 1° post.






 Para não ficar com tantas dúvidas sobre as informações nas embalagens, entenda um pouco sobre o significado dos itens obrigatoriamente presentes na tabela nutricional do rótulo dos alimentos:


Valor energético: É a energia proveniente das gorduras, proteínas e carboidratos presentes no alimento. Essa informação é descrita em quilocalorias (kcal) e quilojoules (kJ).


Carboidratos: Têm a principal função de fornecer energia ao organismo. Está presente no açúcar e outros doces, farinhas, arroz, massas, etc.


Proteínas: Presentes nas leguminosas (feijões e outros grãos), ovos, carnes, leite e derivados, participam na construção e manutenção das células e órgãos.


Gorduras totais: O valor mostrado neste item refere-se a todas as gorduras presentes no alimento, de origem animal e vegetal.


Gorduras saturadas: Essa gordura é proveniente essencialmente de alimentos de origem animal, como os diversos tipos de carnes, leites e produtos derivados. O excesso de ingestão dessa gordura pode aumentar os riscos de doenças cardiovasculares.


Gorduras trans: Esse tipo de gordura é muito encontrado nos alimentos industrializados, como os biscoitos, salgadinhos prontos, margarinas, gordura hidrogenada, entre outros. O excesso dessa gordura também traz riscos à saúde do coração.


Fibra alimentar: Auxiliam no controle da absorção do colesterol e açúcar da alimentação, e principalmente a regular o funcionamento intestinal. Está presente em alimentos integrais, frutas e verduras.


Sódio: A principal fonte conhecida desse elemento é o sal de cozinha, também podendo ser encontrado em altas concentrações nos alimentos industrializados (especialmente os embutidos e enlatados). Por isso, pessoas que apresentam pressão alta devem consumi-los moderadamente.


Medida caseira: É a quantidade do alimento referida em medidas as quais diariamente usamos, como por exemplo, fatia, unidade e colher de sopa.


Porção: É uma quantidade definida em gramas ou mililitros do alimento que pode ser consumido para promover uma alimentação mais balanceada.


%VD (Percentual de Valores Diários): É um percentual de nutrientes e energia apresentado pelo produto em relação à dieta de 2000 kcal ou 8400 kJ.

 Eu peguei uma mania depois que iniciei a R.A de prestar a atenção nas tabelas e claro que o que mais cuido é a caloria e o sódio depois aprendi a prestar mais atenção na fibra alimentar e procurei a me informar sobre o significado e importância dos outros nutrientes, espero que vocês tenham gostado.


bjs 


Priscila Mesquita

1 comentários:

Nova vida, novo estilo disse...

Eu sempre olho também.
Ficou igual maluco no supermercado.
rs...
muito legal.
bj